Início Notícia Voltar

"Trabalho e esforço coletivo" diz diretora da Escola de São José do Inhacorá que teve melhor desempenho do RS no Ideb

Escola atingiu meta estipulada para 2022!

16/09/2020 15:59 por Maira Kempf


CapaNoticia

Carmelí Escher


 

É da Região Noroeste a Escola com o Ensino Médio de melhor qualidade do Rio Grande do Sul, de acordo com os índices do Ideb. A Escola Estadual de Ensino Médio Madre Madalena de São José do Inhacorá teve o melhor desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). O desempenho da Escola foi de 6.0, valor correspondente a um sistema educacional de qualidade comparável ao dos países desenvolvidos.

 A Escola atingiu a meta estipulada pelo Ministério da Educação para 2022 em todo o país. Em 2017, o Ideb da Escola foi de 5,6. Segundo a diretora do educandário, Carmelí Escher, é um momento de muito orgulho e apenas uma frase resume esse resultado: "trabalho e esforço coletivo". 

Ela falou sobre ações desenvolvidas que contribuíram para que a Escola Madre Madalena tivesse esse destaque:
— Desde 2013 temos carga horária ampliada, que proporciona contato maior com os alunos, para que o básico dos conhecimentos possam ser aprendidos. Desde 2008 investimos muito em pesquisa, que proporciona aos alunos busca autônoma pelo conhecimento. O aluno busca e desenvolve pesquisa naquilo que ele tem interesse e percebe que vai contribuir para sua formação. Isso desenvolve oralidade, trabalho em equipe, cooperação e autonomia - requisitos necessários também no mercado de trabalho.

A Escola ainda trabalha com seminários focados em empreendedorismo - capacitando o aluno a autogerenciar sua vida, enxergando suas capacidades e colocando em prática suas habilidades -, e com a feira de invenções - que leva o aluno a criar algo e a partir dos erros e acertos perceber ser capaz. Há também projetos de leitura, onde o aluno desenvolve a compreensão do mundo o que lhe permite se posicionar frente a todas as questões, disse Carmelí .

— A Escola tem um histórico de gestão democrática onde há participação de todos no processo decisório. Paralelo a isso temos a cultura do planejamento coletivo dos professores e o investimento em formação continuada, onde os professores estudam muito para que seus alunos tenham igualmente uma formação de qualidade, concluiu.

 O Ideb gaúcho no Ensino Médio passou de 3,7 em 2017 para 4,2 em 2019. O resultado ainda está consideravelmente abaixo da meta, que era de 5,3 para o ano, e representa a mesma nota média registrada no país.

Os dados foram divulgados na terça-feira, 15, e é um dos principais indicadores da qualidade do ensino público no Brasil. O Ideb permite que toda a sociedade acompanhe se determinada escola ou rede, seja ela municipal ou estadual, está assegurando o direito de aprendizagem dos estudantes.



Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.


Ouça aqui

89.7 FM

Sintonia

Ouça aqui

91.5 FM

Tarde Máxima
89.7
91.5