Início Notícia Voltar

Comunidade santo-augustense se manifesta contrária a retirada das séries iniciais das escolas estaduais

Secretário Estadual da Educação estará em Santo Augusto nesta quinta-feira. Comunidade ligada a Escola Francisco Andrighetto busca reverter a decisão do Estado.

14/01/2021 09:41 por Maira Kempf


CapaNoticia

 

O Governador Eduardo Leite pretende dar início neste primeiro semestre de 2021 a municipalização do Ensino Fundamental. Isso significa que gradualmente as escolas estaduais deixarão de ofertar o Ensino Fundamental – 1º ao 9º ano. A proposta do Governo é para que a Rede Municipal absorva os estudantes dessas escolas que deixariam de ofertar, nesse primeiro momento, os primeiros anos. 

Em relação a Santo Augusto, a Secretária Municipal de Educação, Eliane Paier, informou que ocorreu nesta semana uma reunião entre o município e a 21° Coordenadoria Regional de Educação de Três Passos, onde foi tratado sobre o assunto. Na oportunidade, a Coordenadora Regional Ledi Daiana Diesel comunicou que o Estado não mais abrirá turmas do primeiro ano. Eliane teria argumentado que o município não tem estrutura física e nem recursos humanos para atender essa demanda de imediato. Por fim, teria ocorrido um acordo para manter apenas uma turma de 1º ano com 25 alunos em uma escola estadual de Santo Augusto, e o restante dos alunos deverão ser absorvidos pelas demais redes – municipal e particular. Informações extraoficiais são de que essa turma seria mantida na Escola Estadual Santo Augusto – Ginásio.

Nesta quinta-feira, 14, o Secretário Estadual de Educação Faisal Kairam estará junto com representantes da 21ª Coordenadoria Regional de Educação em Santo Augusto.  O motivo da visita não foi informado pela Assessoria de Imprensa. A Rádio Querência vai acompanhar essa visita e buscará mais informações. 

 

Decisão poderá levar ao fechamento da Escola Francisco Andrighetto

 

Em Santo Augusto, essa decisão poderá levar à extinção de algumas escolas, como a Francisco Andrighetto – Grupo, existente há quase 80 anos e com mais de 200 alunos.   A comunidade se manifesta contrária a decisão e busca ajuda de autoridades.

O vereador Ederson Fucilini (Tomate) encaminhou pedido de ajuda aos deputados de Santo Augusto – Jerônimo Goergen e Ernani Polo. Segundo ele, a comunidade mantém um carinho especial por essa tradicional escola, que fez e faz parte da vida de inúmeros santo-augustenses e por isso essa preocupação.

O deputado federal Jerônimo Georgen protocolou um pedido de informações junto a Secretaria Estadual de Educação. O Presidente da Assembleia Legislativa Ernani Polo também informou estar buscando mais informações sobre o assunto.  

Pais de alunos procuraram a rádio Querência manifestando preocupação com a decisão do Estado. Eles pretendem elaborar um abaixo-assinado para que a comunidade possa junto com as autoridades buscar reverter a situação.

 



Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.


Ouça aqui

89.7 FM

Manhã Máxima

Ouça aqui

91.5 FM

Sintonia 91
89.7
91.5