Início Colunista Voltar

Marqueteiros: Ajudam ou atrapalham?

Malala e fogos de artifícios não pegaram bem!

Por Andre Motta 02/10/2020



A campanha eleitoral já começou e aos poucos vamos conhecendo os candidatos. Alguns mais conhecidos outros nem tanto.  Mas com os candidatos também vêm os MARQUETEIROS.

Esse nome ficou bastante conhecido da população com a operação Lava Jato, que teve até marqueteiro preso. Mas esse não é o meu assunto.

Mas o que é o marqueteiro político? Na prática, é uma pessoa contratada para coordenar a divulgação da campanha política de um determinado candidato ou coligação. São pessoas que atuam em áreas de pesquisa, produção de áudio, vídeo, gráfica e tem grande poder de persuasão, entre outros. No nosso meio é mais conhecido como Coordenador de Campanha.

Atualmente, com a tecnologia avançando de forma muito rápida, em especial nas mídias sociais, esse profissional ficou mais imprescindível. Contudo, por vezes ao invés de ajudar eles atrapalham.

Em Santo Augusto, observa-se nas redes sociais dos candidatos que eles já estão fazendo uso do trabalho dos marqueteiros.

Há poucos dias observando em uma página na rede social da coligação Unidos para Inovar, percebi uma postagem que fazia uma comparação do sonho e da luta vivida pela paquistanesa Malala Yousafzai (ganhadora do prêmio Nobel da Paz em 2014) com o sonho da candidata a prefeita da referida coligação - realidades bem diferentes.

Essa semana a coligação Rumo Certo fez o lançamento oficial da sua campanha. Para marcar o momento houve queima de fogos de artifícios. O fato gerou incômodo e muitas reclamações nas redes sociais, em especial daquelas pessoas que defendem o NÃO uso dos fogos, em especial por conta das crianças com autismo e dos animais.

São dois exemplos de que nem sempre o marqueteiro ajuda o candidato muito menos o eleitor!  Vale lembrar que nem sempre a culpa é só do marqueteiro, por vezes ele é voto vencido. Mas na maioria das vezes marqueteiros e candidatos estão com os pensamentos alinhados.

Melhor esperar o plano de governo estar pronto, e trabalhar em cima dele. Afinal, ele será o objeto que definirá o voto do eleitor. Ao menos deveria!  

Andre Motta

colunista

André é comunicador da Rádio Querência há mais de 10 anos. Neste espaço, escreve sobre assuntos diversos, com um pé no esporte.




Ouça aqui

89.7 FM

Ouça aqui

91.5 FM

89.7
91.5