Início Notícia Voltar

Variante delta do coronavírus é encontrada em 3 de cada 4 amostras no RS, aponta pesquisa

Estudo mostra inversão de tendência observada em junho, quando variante gamma prevalecia no Rio Grande do Sul. Pesquisa foi feita por laboratório da Universidade Feevale.

01/10/2021 09:39 por André Motta


CapaNoticia

 

 

Um estudo da Universidade Feevale, divulgado nesta quinta-feira (30), indica tendência de avanço da variante delta do coronavírus no Rio Grande do Sul. Das 74 amostras analisadas, 75% delas são da linhagem de origem indiana, ou seja, três a cada quatro.

No levantamento anterior, feito pelo Laboratório de Microbiologia Molecular da instituição, mostrava proporção inversa, com predomínio da variante gamma, originada no Amazonas, sobre a delta. Ainda assim, o coordenador coordenador da Rede Corona-ômica, Fernando Spilki, ressalta a prevalência dessa variante em algumas regiões do estado.

"Há um avanço da delta, continuado, no Rio Grande do Sul. Mas é importante notar também que, dependendo da região, a gente ainda vê uma persistência de gamma", diz o pesquisador.

Segundo Spilki, o Vale dos Sinos, na Região Metropolitana de Porto Alegre, é um dos locais onde a variante gamma ainda se mostra presente. Já no Vale do Rio Pardo, por exemplo, a variante delta prevalece.

As amostras foram coletadas em Alvorada, Campo Bom, Canoas, Garibaldi, Novo Hamburgo, Picada Café, Porto Alegre, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, São Leopoldo, Sapucaia do Sul e Viamão.
 

G1/RS



Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.


Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência.

Ouça aqui

89.7 FM

Gramofone

Ouça aqui

91.5 FM

Gramofone
89.7
91.5